Bem- vindos

Bem- vindos

sábado, 5 de junho de 2010

Incertezas do amanhã


Amanhã não sei se estarei por aqui
Sou impulsiva como os ventos,
Que no amanhecer de um dia
Tinge o céu em tons de areia.

Amanhã não sei se estarei por aqui
Sou delicada como cristal,
Quando cai no chão estilhaça e vira pó.

Amanhã não sei se estarei por aqui
Sou como as estrelas no céu,
Sem elos e nem fim.