Bem- vindos

Bem- vindos

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Retorno


Hoje Voltei à casa dos meus avôs... Quantas lembranças...

.... Dos dias de chuva em que vovó sentada em
sua cadeira de balanço fazendo crochê, reclamava
da fumaça do cigarro de palha do vovô.

.... Da ansiedade pela chegada do carteiro
montado em seu cavalo trazendo notícias.

.... Até pude ouvir vovó falar, tragam
minha lente, quero ler as notícias dos parente.

Quantas saudades....

Guiada por um impulso eu abri o velho armário, as gavetas
remexi e lá estavam todas as cartas amareladas pelo tempo.

Tempo esse que quem não tivesse caneta escrevia com carvão.
Porque o mais importante era a satisfação.