Bem- vindos

Bem- vindos

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Desencontros


Arbitrados pelo destino, acontecem:
Somos líderes dos sonhos e devaneios, mas como guiá-los á realidade.
O corpo busca a perfeição, a alma o equilíbrio.
Nada se ajusta nada se atrai.
Como então conseguimos a plena realização.
Batalha sem fim, buscada em cada momento da vida, revelada em traços totalmente opostos, mas insatisfeitos não os aceitamos.
A perfeição acima de tudo onde está?
Esta, não existe não se encontra sempre se anula diante do fato inesperado, do novo sonho construído, ou do devaneio alucinado da nossa mente.
Somos assim seres imperfeitos, incapazes de nos contentar e nesta busca insensata e sem fim, vamos desencontrando, nem percebendo os valores que passam por nós.
E assim um dia chegará o final e o que teremos para julgar?
Não sei, só sei que cada desencontro nos mostra o quanto somos imperfeitos, incapazes de nos dominar.