Bem- vindos

Bem- vindos

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Ao sabor do vento



Não tenho raízes
vivo a vida a cantar
Meus sonhos são matizes
jamais deixo de ciganear.

Sou livre como um pássaro
Que ao sabor do vento
deixa se levar...