Bem- vindos

Bem- vindos

terça-feira, 27 de março de 2012

Desejos


Quisera eu ter tempo

Para ver a lua nascer

Quisera eu ter-Te nos braços

Para nosso amor florescer.

Busco o infinito

Atada ao presente

Rendo clamores

Ao sol poente.

Pareço insana

em pensamentos latejantes

Paranóia toma conta

Nada é como antes.