Bem- vindos

Bem- vindos

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ruínas


As ruínas de velha casa
Servem de cobertor
Ao casal de enamorados
Que ali vivem seu amor.

Na penumbra da noite
Serve de escudo
Para o casal enamorado
Que quer esquecer o mundo.

Ruínas emolduram
Vasta paisagem
Pássaros no horizonte
Seguem sua viagem.