Bem- vindos

Bem- vindos

quinta-feira, 7 de abril de 2011

De cor em Cor


O branco do papel

Hoje vou colorir,

Não usarei o preto

Nem no lápis ou no pincel.

Desenharei um sol brilhante

E um jardim a florir,

Não quero nada triste

Tão pouco solitário.

Quero ar de liberdade,

Nada do contrário.