Bem- vindos

Bem- vindos

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Carta fora do baralho




Sentado a mesa um jogador
Que ao vício do jogo se entregou
Conhece as cartas mesmo do avesso.
Mas na vida não entende nada de amor.

Os truques do pôquer
E os porquês do truco
Sabe responder.
Mas no jogo da vida perde pra valer.

Neste mundo vive a fantasia
De se tornar alguém um dia.
Na realidade pobre coitado
É mais uma carta fora do baralho.