Bem- vindos

Bem- vindos

domingo, 27 de maio de 2012

Tempo


Hoje
o tempo
já não é mais
como de ontem
mudou.
Já não... são os mesmos sonhos
           ... os mesmos brilhos
           ... a mesma intensidade.

Ontem?
ficou para trás
muitos já não lembram mais
noutros resquícios de memória.

Amanhã?
Assim como o tempo
é incerto
não sabemos se faremos parte dessa trajetória.

domingo, 20 de maio de 2012

Abandono


Senhor!
Sou dessa terra
sou desse lugar,
pela falta de conhecimento fui rejeitado
jogada a mercê da sociedade.
Trabalho?
Trabalho duro, sou catador
de latinha e papelão
ferro velho de construção,
trabalho digno, que poucos dão valor.
O que ganho dá para comer
casa não tenho não, Senhor
das calçadas faço minha cama.
Meus sonhos?
De que alguém um dia me dar valor.

domingo, 13 de maio de 2012

domingo, 6 de maio de 2012

Música




Ritmos nascidos no silêncio
se transformam em fina melodia,
conversão de verbos em
sentimentos e fantasias.
Tempero da alma,
alimento do corpo
muito nos acalma
mesmo que de jeito torto.
Mas se calada
apaga-se o sonho e magia
tristeza transcende a alma
a vida fica vazia.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Recomeçar


Tantas histórias com os mesmos finais
Tantos dias, todos iguais
Nossas vidas deixam marcadas.
Não aceito...
Reescrevo nossa história
Sonhos... reinvento
De mãos dadas traçamos
Nova trajetória.