Bem- vindos

Bem- vindos

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Florescer


Florimos para a vida como a água brota do chão e encontra córregos, rios, oceanos.
Neste florescer encontramos obstáculos, conquistamos glórias e fizemos nossa história.
Prosperamos como humano desenvolvendo ideais e idéias que criam um passado, presente e futuro.
Florescer não é só nascer; é construir, contribuir para termos no amanhã um traço, curva que contenha uma história que deixa marcas e ensinamentos.
Marcas que deixam saudades, ensinamentos que criam histórias lembradas, comentadas e até às vezes catalogadas, mas nesse ir e vir não conseguimos descobrir se somos ascendentes ou descendentes deste mundo.

Amor em Flor


Na ansiedade da chegada
Do seu amor...
Perfuma seu corpo seminu
Com uma flor.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Fogo


Assim como na natureza no amor é:
Chamas incandescentes...
Labaredas insaciáveis...
Perseguição avalassadora...
Expressa em várias formas deixa: vítimas, desesperos, suspeitos, conflitos...
Suspeitos pelo ato ou despedaçar de um coração.
Entram em conflitos entre entrar ou deixar-se dominar.
São as vítimas da tragédia humana ou amorosa.
Que desesperam pela perda ou fim.
Fogo expressa destruição do humanitário ou do amor humano.
Fogo do coração e tão sem controle quão fogo da natureza.
Fogo não mede conseqüência quer ir até o fim.
É o pulsar sem medida de um coração.
O ciúme é como água, que alimenta ainda mais o fogo.
Fogo expressa todas as formas que levam ao fim de algo ou alguém.
Por mais forte que seja não resiste ao tempo e precisa por fim acabar.
Porém brasas continuam e se alimentam de pequenas coisas que um dia poderão causar novamente um fogo ardente, insaciável e perseguidor.
Assim são os sintomas da vida amorosa e da natureza que sempre agem sem controle.
E quem somos nós perante ele?

domingo, 16 de maio de 2010

Sensualidade Feminina


Pernas cruzadas
Ou simples posição
Quando observadas
Incitam, sedução...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Solidão



Mais uma nova estação
Noites de muito frio
Anunciam a chegada do inverno
E eu aqui sem você
Solitária? Sim e muito
Já não sei mais o que fazer
Sua ausência me faz recordar
Dos nossos momentos mais especiais.
Sua pele no meu corpo...
Sua voz no meu ouvido...
Seu riso fácil e extrovertido....
Horas passam dias se vão
Somente eu e a solidão.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Á Deriva


Em altos mares vais navegando
A procura de um porto seguro.
Soltas folhas ao vento
Para lhe indicar a direção.
O sol na sua face
Já deixou sua impressão.
Cantas para o tempo passar
Enquanto nuvens de chuva se fazem anunciar.

Almas Gêmeas



Como num sopro de vento:
Um arrepio.... na pele sentiram
Num olhar.... sentimento floresceu
Um encontro.... almas se uniram
E o amor.... aconteceu.

Brasília


No meio de Planaldo central
Nasceu a nossa nova capital.
Brasília centro do poder
Foi construída para Nação desenvolver.
Muitos sonhos e muita gente
Ajudaram á Juscelino "o Presidente".

Perdão


No silêncio do seu olhar
Procurei uma palavra para me explicar
Nada parecia revelar.
Somente o abismo encontrei
Mas na força do nosso amor apostei
Pedindo perdão te reconquistei.

Imprudências


Como são difíceis os caminhos
Construídos com insensatez
Sonhos se foram como águas
Parecem fumaça, nenhuma solidez
Rendo somente medos e mágoas.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Livro da Vida


No dia do nascimento
Deus fez a introdução
Falou que por merecimento
Escrevesse minha evolução.

No decorrer da vida
Novas páginas vão surgindo
E minhas vivências
Nelas vou incluindo.

O livro da minha vida
Em capítulos dividi
E só a conclusão
Não quero resumir.

Homem


És o sol...
Donde tiro minha energia.
És a lua...
Radiando luz para minha vida.
Irradias beleza...
Oásis aos meus olhos.
Movimentas meu universo...
Unindo tudo o que está ao meu redor.
Navegador...
Fazes minha vida tornar-se um mar.
Fortaleza...
Onde refugio minha dor.
Recanto...
De tranqüilidade e paz.
Homem, és somente um...
Mas com qualidades de mil.

domingo, 9 de maio de 2010

Sapatos


Pequena futilidade de toda mulher
Que par de sapatos ela não quer.
Tem aquele que combina com a bolsa
Outro que combina com a roupa.
Ainda tem aquele que comprou em liquidação
Mesmo não tendo uma colocação.
Sapatos parte da alma feminina
Que revestem seus pés aumentando sua auto-estima.

Deus e as mães


Deus para humanidade abençoar
Criou as mães, estrelas de todo lar.

Deus para á todos agradar
Criou as mães, para os filhos salvar.

Deus para dividir suas tarefas
Deu as mães, o dom de serem completas.

Deus querendo descansar um segundo
Deu as mães, o coração do tamanho do mundo.

Deus na sua infinita bondade
Confiou às mães, a maior responsabilidade

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Guerreiro


Destemido em terras áridas
Lutas pela liberdade
Só o que ninguém sabe
É sobre a tua saudade.

Na vida escolhestes ser guerreiro
E de pé lutas e sorris
Só o que ninguém sabe
A dor a te afligir.

A tua força é destemida
Nada te consegue derrubar
Mesmo de alma sentida
Não desistes de sonhar.

Mãe


Divino Dom que Deus lhe deu:
Doa-se sem limites,
Perdoa sem explicações,
Protege incondicionalmente,
Vibra nos acertos,
Conserta nossos erros,
Admira cada evolução,
Reza sempre pedindo proteção.

Em fim, Você Mãe é anjo em forma
de alegria, sabedoria e dedicação.

sábado, 1 de maio de 2010

Cumplicidade


Foi numa tarde de verão
Que tudo aconteceu
Um anjo os viu
De mansinho ele chegou
Com sua mira certeira
Seu coração acertou.

Dias se passaram
O amor floresceu
O mesmo anjo em volta
Sempre os protegeu.

No dia da união
O céu entrou em festa
Todos os guardiões
Testemunharam a promessa.